Capital estrangeiro e grupos privados nacionais (1898-1929)

1926

Casa de força da Usina Hidrelétrica Cubatão I, atual Usina Hidrelétrica Henry Borden Externa, nos rios Grande e das Pedras, município de Cubatão (SP). 1928. Acervo FPHESP

Entrada em operação da primeira unidade geradora da Usina Hidrelétrica Cubatão, atual Usina Hidrelétrica Henry Borden Externa, localizada no município de Cubatão (SP), na vertente oceânica da Serra do Mar. A usina, da São Paulo Light & Power Company, compreendia um sofisticado sistema de barragens e reservatórios destinados a represar as águas dos rios Grande e das Pedras, lançando-as através de tubulação forçada, numa queda de mais de 700 metros, primeira no Brasil. Sua capacidade instalada inicial era de 28.000 kW, e sua implantação permitiu superar a crise no abastecimento de energia elétrica vivenciada no período.
Interior da casa de força da Usina Hidrelétrica de Cubatão I, atual Usina Hidrelétrica Henry Borden Externa, nos rios Grande e das Pedras, município de Cubatão (SP). S/d. Acervo FPHESP

A primeira usina do estado de Sergipe – a hidrelétrica Santa Cruz – entrou em operação. Localizada no rio Piauí, no município de Estância, possuía, originalmente, unidade geradora de 350 kW. Pertenceu à Companhia Industrial de Estância, passando, em 1958, ao controle da Companhia Sul Sergipana de Eletricidade (Sulgipe).




Membros Instituidores e Mantenedores:

Eletrobras Eletrobras Eletrobras Eletrobras

Esta página está homologada para ser utilizada no navegador (browser) Mozila Firefox.
Caso você não o tenha instalado em sua máquina, utilize o link abaixo para baixá-lo.

Firefox