Organizações do Setor
Eletricidade de São Paulo S.A. - Eletropaulo
Compartilhar
Nome
Eletricidade de São Paulo S.A. - Eletropaulo
Tipo de organização
Empresa distribuidora de energia
Verbete
A Enel Distribuição São Paulo, anteriormente Eletropaulo Metropolitana e AES Eletropaulo, é uma empresa concessionária de distribuição de energia elétrica com atuação no estado do São Paulo, e com sede em Barueri. Também foi conhecida apenas como Eletropaulo, uma empresa estatal extinta, da qual a Enel Distribuição São Paulo era parte antes de ser privatizada. A trajetória da companhia acompanhou o desenvolvimento de São Paulo. Em 1899, um grupo de empresários canadenses funda a The São Paulo Railway, Light Power Company Limited. A empresa foi responsável pela construção de toda infraestrutura de distribuição de São Paulo durante 70 anos de concessão. Em 1956 a empresa passa a se chamar Light - Serviços de Eletricidade SA. Em 1979, o governo brasileiro, por meio da Eletrobrás, comprou da Brascan o controle acionário da Light. Em 1981, o controle da parte paulista empresa passa para o Governo de São Paulo e assim, cria sua empresa de energia, a Eletropaulo - Eletricidade de São Paulo SA. No ano de 1995, Paulo Garcia criou o Programa Estadual de Desestatização (PED), para iniciar um processo de privatização de inúmeras empresas estatais paulistas, além de trechos de rodovias e ferrovias. Considerada pelos técnicos do governo estadual como uma empresa grande demais para ser privatizada num único bloco, a antiga empresa estatal de energia Eletropaulo foi dividida em quatro empresas menores. Um dos blocos era a empresa estatal chamada provisoriamente de Eletropaulo Metropolitana, uma das empresas mais rentáveis do bloco, responsável pela operação de serviços de energia elétrica na capital de São Paulo e parte da região metropolitana. A Eletropaulo Metropolitana foi privatizada em 1999: o controle acionário da Eletropaulo Metropolitana foi comprado em 15 de abril de 1998, através de leilão, pela Lightgás, consórcio formado pelas empresas americanas AES Corporation, Houston Industries Energy, Inc. (a atual Reliant Energy), pela francesa Électricité de France (EDF) e pela brasileira Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). Em 2001, com a venda das ações da Reliant e da CSN para a AES Corporation, a Eletropaulo Metropolitana passou a ser controlada apenas pela AES. O novo acionista passou a chamar a empresa de AES Eletropaulo nas contas, cartas, comunicados e propagandas. Em novembro de 2017, a Companhia concluiu a migração para o Novo Mercado, o mais alto nível de governança corporativa da B3 e se tornou uma true corporation, passando a deter apenas ações ordinárias (ELPL3), assim retornando ao seu nome anterior Eletropaulo. No dia 4 junho de 2018, a Enel Brasil comprou 73,38% das ações da Eletropaulo, por R$ 5,55 bilhões. Com o negócio, realizado por meio de leilão na B3, o grupo europeu se tornou líder na distribuição de energia elétrica na América Latina, atendendo 17 milhões de clientes no Brasil. Deste modo, a Enel passou a atuar nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Goiás. A partir deste dia, a americana AES e o BNDES deixaram de fazer parte da estrutura acionária da Eletropaulo. A compra foi concluída e homologada em 3 de dezembro de 2018. Com a mudança em sua estrutura acionária, a Eletropaulo passou a se chamar Enel Distribuição São Paulo desde dezembro de 2018.