Personalidades do Setor
Luiz Cals
Compartilhar
Nome
Luiz Cals
Nome para referências
Oliveira, Luiz Cals, 1920-1998
Nascimento
1920-02-01
Falecimento
1998-08-24
Verbete

OLIVEIRA, Luiz Cals de Diretor-Administrativo da Eletrosul; presidente da Eletrosul; diretor de Planejamento de Furnas

Luiz Cals de Oliveira nasceu em Fortaleza (CE) no dia 1° de fevereiro de 1920. Militar, ingressou em 1937 no curso superior da Escola Militar de Realengo, no Rio de Janeiro (DF), chegando a aspirante-a-oficial da arma de Infantaria em 1939. Cursou a Escola Técnica do Exército (ETEx), atual Instituto Militar de Engenharia (IME), de 1945 a 1948, formando-se engenheiro eletricista. Em 1949 tornou-se professor dessa instituição, tendo lecionado, até o ano de 1954, entre outras disciplinas, Instalações Termelétricas e Hidrelétricas, Aplicações Industriais da Eletrônica, Medidas Elétricas e Magnéticas, Eletrônica e Distribuição de Energia Elétrica.

Em 1955 tornou-se engenheiro-adjunto e depois chefe da Seção Técnica do 3º Batalhão Ferroviário em Campina Grande (PB), função que exerceria até 1957. Formou-se engenheiro civil em 1958 pela Escola Politécnica da Universidade da Paraíba. Após concluir esse curso, nesse mesmo ano ficou à disposição do governo do Piauí, como assessor do diretor do Instituto de Águas e Energia Elétrica (IAEE). Ingressou na Sociedade Termoelétrica de Capivari S. A. (Sotelca), tendo sido diretor de Engenharia dessa empresa. Em 1968 ingressou no quadro de engenheiros da Centrais Elétricas Brasileiras S. A. (Eletrobrás). A partir de 1969 foi presidente da Comissão do Plano do Carvão Nacional, membro do Comitê Coordenador dos Estudos Energéticos da Região Sul (Enersul) e do Conselho Consultivo das Companhias Siderúrgicas Nacionais. Foi assessor-chefe do gabinete do secretário-geral do Ministério das Minas e Energia (MME) entre 1971 e 1972. Representou o MME no Grupo de Estudos e Projetos (GEP) do Conselho de Desenvolvimento Industrial (CDI) entre 1972 e 1975, e no Conselho de Política Salarial, entre 1972 a 1976.

Em 1972 tornou-se diretor-administrativo da Centrais Elétricas do Sul do Brasil S. A. (Eletrosul) - empresa que mais tarde seria transformada na Empresa Transmissora de Energia Elétrica do Sul do Brasil S.A. (Eletrosul) -, tendo exercido esse cargo até maio de 1978, quando foi eleito presidente dessa estatal, em substituição a Telmo Thompson Flores. Seu substituto na Diretoria Administrativa, em caráter interino, foi Eweraldo Dingee Miranda. Permaneceu no cargo até abril de 1979, tendo sido substituído por Telmo Thompson Flores, que retornou à Presidência da empresa. Nesse mesmo mês foi eleito para ocupar a recém-criada Diretoria de Planejamento de Furnas Centrais Elétricas S. A. (Furnas), tendo permanecido nesse cargo até abril de 1985. Faleceu no Rio de Janeiro (RJ) em 24 de agosto de 1998.

Trajetória profissional

Furnas Centrais Elétricas S.A.

Cargo: Diretor de Planejamento de Furnas

Início: 1979

Término: 1985

Centrais Elétricas do Sul do Brasil S.A.

Cargo: Presidente da Eletrosul

Início: 1978

Término: 1979

Centrais Elétricas do Sul do Brasil S.A.

Cargo: Diretor-Administrativo da Eletrosul

Início: 1972

Término: 1978

Formação Acadêmica

Curso: Engenharia Civil, na Escola Politécnica da Universidade da Paraíba, João Pessoa (PB), em 1958

Curso: Engenharia Elétrica, na Escola Técnica do Exército (RJ), Rio de Janeiro (DF), em 1948

Curso: Militar - Infantaria, na Escola Militar do Realengo (RJ), Rio de Janeiro (DF), em 1939

Local de nascimento
Fortaleza (CE)
Local de falecimento
Rio de Janeiro (RJ)