Experiência da Seção de Obras Raras A. Overmeer, da Biblioteca de Manguinhos/Fiocruz

28/09/2017
Tarcila Peruzzo
Compartilhar

Tarcila Peruzzo, pesquisadora da Fiocruz que desenvolve trabalho na área de Obras Raras e Especiais, abordou na sua apresentação – intitulada “Relato de experiência da Seção de Obras Raras A. Overmeer, da Biblioteca de Manguinhos, Fiocruz: reflexões a respeito da aplicação dos conceitos de história e memória institucional nas práticas biblioteconômicas” -, como a compreensão da história e o conhecimento da memória institucional trazem subsídios para ações, tais como aquisição, seleção, desbaste e descarte de itens, identificação de materiais especiais e raros, catalogação, atendimento e apoio em decisões de gestão.