Memória da Eletricidade lança a plataforma Panorama da Energia

Postado em 22/10/2021
Compartilhar

A Memória da Eletricidade está lançando o Panorama da Energia, um hub que reúne conteúdo selecionado, a partir de mais de 140 fontes nacionais e internacionais, sobre o setor de energia. Com atualização quinzenal, a nova plataforma digital chega como uma ótima ferramenta de pesquisa e informação para profissionais, historiadores, docentes e pesquisadores do setor elétrico, pois oferece, em um único site, a seleção dos melhores artigos publicados por instituições que são referência internacional. O Panorama da Energia nasce como o maior repositório aberto de informações do setor energético em operação no país.

O hub conta com um conselho editorial, responsável pela curadoria de conteúdo. Liderada por Ricardo Buratini, professor, pesquisador e Doutor em Economia, essa equipe pesquisa, identifica e seleciona os melhores artigos a serem reunidos no Panorama:

– O Panorama da Energia foi criado a partir de encontros prévios que tivemos com diferentes profissionais do setor justamente para debater quais informações são relevantes, em que fontes eles mais pesquisam e outros temas – explica Ricardo Buratini, que tem 12 anos de experiência no setor de energia elétrica e é consultor da Memória da Eletricidade. – Foi um time formado por profissionais referência no mercado, gente de universidades, setor elétrico, consultoria, diretores do Grupo Eletrobras. Os professores universitários deram uma grande contribuição na construção da plataforma que foi criada para contribuir com todos os públicos atuantes na área de energia. É a partir dessas referências que nós, da equipe de curadoria, atuamos. 

Conteúdo é organizado em quatro categorias

Pensado para ajudar a apontar cenários, caminhos e tendências, o conteúdo do Panorama da Energia é organizado em quatro categorias: agências, artigos acadêmicos, artigos autorais e consultorias. Estas são subdivididas em 24 subcategorias, tais como eficiência energética, geração distribuída, impactos da covid-19 e mobilidade elétrica. A divisão por categorias e subcategorias facilita pesquisa dos usuários, que também podem submeter seus próprios artigos para publicação no site. Os artigos enviados são avaliados pelo conselho editorial, que recomenda ou não a publicação.

– Além disso, também encomendamos de especialistas artigos especialmente escritos para o Panorama – diz Buratini.

Entre as fontes dos artigos estão agências nacionais e internacionais. O Panorama da Energia seleciona estudos das principais agências internacionais, das instituições multilaterais e de órgãos governamentais, cujos trabalhos são referência para todos os profissionais do setor energético mundial. Entre essas fontes, estão ANEEL, EPE, IEA, IRENA, OECD – Energia e World Economic Forum.

Os artigos acadêmicos são escolhidos a partir de trabalhos selecionados nas revistas direcionadas ao público universitário e ao público especializado. "Nature, Energy & Environmental Science", "Renewable & Sustainable Energy Reviews" e "Energy" são algumas das revistas que servem de fonte para a curadoria do Panorama.

Artigos autorais e consultorias

O hub também vai reunir artigos autorais. Nesta categoria estão reunidos artigos de opinião escritos por analistas especializados e por agentes influentes no debate sobre energia em âmbito nacional. São textos selecionados em diversos sites, revistas especializadas e agências de notícias, como o "Canal Energia", a Editora Brasil Energia, GESEL, Instituto E+ Transição Energética e Instituto Ilumina.

Na seção de consultorias, o público encontra trabalhos especializados e publicações das grandes consultorias internacionais e nacionais. Bain & Company, EY, McKinsey, Roland Berger, PSR e PwC estão entre as fontes selecionadas pelo Panorama da Energia.

Cada artigo é sumarizado pela equipe do Panorama, sempre com o objetivo de catalogar e organizar essa imensa massa de conteúdo.

– Nossa missão é selecionar e classificar esse conteúdo, facilitando a vida dos profissionais, estudantes e pesquisadores interessados no tema energia. O site é responsivo e os artigos originais ficam armazenados nos seus sites de origem.