Coleção "Personalidades do setor elétrico" ganha dois novos livros

Postado em 27/01/2021
Luiz H. Romanholli
Compartilhar

Com o lançamento em 2020 de dois livros, dedicados a Mario Bhering e a Henrique Mello, a coleção "Personalidades do Setor Elétrico" chega a sete volumes editados. Criada pela Memória da Eletricidade em 1992 com o objetivo de contribuir para o maior conhecimento de episódios e processos históricos do setor elétrico brasileiro mediante a divulgação sistematizada de fontes informativas, a série reúne depoimentos de personalidades, dirigentes e técnicos com marcante atuação na área. Os livros são elaborados a partir de relatos e entrevistas biográficas para o programa de História Oral da instituição. Cada volume é dedicado à biografia de uma personalidade de destaque, e o critério de transformar as entrevistas em livros leva em conta a importância da atuação profissional dos depoentes.

A coleção, que conta com edições digitais e impressas, foi inaugurada com a publicação do livro "Lucas Lopes, memórias do desenvolvimento", em 1992. O volume contém a versão editada das entrevistas concedidas pelo engenheiro mineiro ao projeto “Memória do setor de energia elétrica: fase pré-operacional da Eletrobras”, o primeiro do programa de História Oral da Memória da Eletricidade. "Lucas Lopes, memórias do desenvolvimento" foi editado em parceria com o Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (Cpdoc) da Fundação Getúlio Vargas (FGV), com o apoio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).  

Cuidadoso trabalho de edição

O processo de produção de cada título é feito a partir de cuidadoso trabalho de edição das entrevistas. Para facilitar a fruição de cada obra, por exemplo, foram eliminados trechos repetidos e vícios de linguagem. A edição do texto sem retirar o tom coloquial do diálogo, busca restabelecer as sequências cronológicas e temáticas que, por vezes, são rompidas durante as conversas. Cada perfil da série inclui notas explicativas sobre episódios e personagens citados, que ajudam a contextualizar os fatos narrados. Fotos e imagens que ilustram os assuntos tratados e, eventualmente, documentos em apêndice complementam as informações registradas a partir da visão do entrevistado.

A partir de entrevistas do tipo história de vida, as obras tratam, principalmente, da trajetória profissional de cada depoente que dá título ao seu livro. Mas esses relatos vão além. Por serem permeados por recordações e impressões pessoais, acabam por lançar luz sobre episódios e personagens que comandaram processos decisórios importantes e históricos para o setor elétrico. Por isso, são documentos valiosos de memória e preservação. Nos capítulos que precedem a vida profissional, a história pessoal tem maior peso. É neles que são contadas as origens familiares dos biografados. 

Próximos lançamentos

Os livros da coleção "Personalidades do Setor Elétrico" foram apurados, elaborados, redigidos e editados pela própria equipe da Memória da Eletricidade, num processo de produção coletiva, mas sempre com um coordenador responsável. Por isso, em sua maioria, não têm autoria definida ou estampada na capa. Para 2021, a Memória da Eletricidade planeja lançar o depoimento do engenheiro José Antonio Muniz Lopes, ex-presidente da Chesf, Eletronorte e Eletrobras, além de outras entrevistas do Programa de História Oral. Paulo Richer, Léo Amaral Penna, Alexandre Leal, Henrique Brandão Cavalcanti e Ernani Gusmão são alguns dos nomes que devem ganhar perfis ainda este ano. 

Os livros estão disponíveis aqui, nos formatos e-pub e mobi. Para baixar gratuitamente, basta fazer o cadastro no site da Memória da Eletricidade. 

Confira a lista de títulos da coleção "Personalidades do Setor Elétrico": 

  1. Lucas Lopes, memórias do desenvolvimento (1992). Coordenação: Maria Antonieta Leopoldi (professora do Departamento de Ciência Política da Universidade Federal Fluminense e consultora do Cpdoc-FGV)
  2. Octavio Marcondes Ferraz, um pioneiro da engenharia nacional (1993). Coordenação: Renato Feliciano Dias (Memória da Eletricidade) e Ignez Moelmann Cordeiro de Farias (Cpdoc-FGV)
  3. Mauro Thibau, a trajetória de um ministro (1997). Coordenação: Ligia Maria Martins Cabral e Marilza Elizardo Brito (Memória da Eletricidade)
  4. John Cotrim, testemunho de um empreendedor (2000). Coordenação: Ligia Maria Martins Cabral (Memória da Eletricidade)
  5. Henrique Mello, a engenharia como missão (2009). Coordenação: Paulo Brandi Cachapuz (Memória da Eletricidade) 
  6. Mario Bhering, reminiscências de um líder (2010). Coordenação: Paulo Brandi Cachapuz (Memória da Eletricidade) 
  7. André Jules Balança, depoimento (2011, apenas em edição impressa). Coordenação: Paulo Brandi Cachapuz (Memória da Eletricidade) 
Luiz H. Romanholli