Personalidade do Setor
Mario Mendes
Compartilhar
Nome
Mario Mendes
Nome para referências
Castro, Mario Mendes de Oliveira, 1919-
Verbete

Mario Mendes de Oliveira Castro nasceu em 1919 e formou-se engenheiro civil e engenheiro eletricista pela Escola Nacional de Engenharia do Rio de Janeiro, da Universidade do Brasil, no ano de 1943.

Iniciou suas atividades como estagiário de Engenharia da Companhia Auxiliar de Empresas Elétricas Brasileiras - Caeeb, de 1941 a 1943. Em seguida, foi promovido a engenheiro assistente desenvolvendo diversos estudos de inventário, projetos de usinas hidrelétricas, permanecendo no cargo de 1944 a 1952.

Na empresa M.R. Soares Filho, Mario Mendes atuou como gerente e engenheiro responsável, coordenando e supervisionando projetos, fabricação e montagem de estruturas metálicas, para diversas usinas hidrelétricas, de 1952 a 1957. No mesmo ano, colaborou com a Sanson Vasconcellos Comércio e Indústria de Ferro S.A - Sanvas, como engenheiro chefe da produção gerente da Fábrica de Caldeiraria, permanecendo na empresa por três anos.

No ano de 1961, o titular regressa a Caeeb como engenheiro chefe do Departamento de Engenharia Mecânica, prestando consultoria, coordenação e projetos das usinas do grupo Caeeb, além de trabalhar na manutenção das usinas diesel elétricas e de usinas termoelétricas. No ano de 1969, Mario Mendes torna-se engenheiro sênior do Grupo Caeeb - Meco, onde desenvolveu estudos de inventário para o aumento da capacidade de rios, projetos de usinas, orçamento, destacando um vasto material produzido sobre diversos rios, contando com fotografias, mapas, entre outros documentos que completam o trabalho.

Na Poletti S.A., de 1964 a 1966, exerceu o cargo de engenheiro chefe responsável na montagem e supervisão de estruturas galvanizadas e de linhas de transmissão e subestações.

Durante sua atuação na Centrais Elétricas Brasileiras S.A. - Eletrobras, Mario Mendes de Oliveira Castro assumiu o cargo de coordenador das Usinas Hidrelétricas do Departamento de Geração, onde pode continuar o seu trabalho de estudos de reconhecimento de rios, em diversos locais do Brasil, destacando a região amazônica, e no exterior, a África, como foi o caso da Missão Brasileira da qual fez parte, gerando análise e pareceres, do ano de 1970 a 1977.

No ano de 1978, trabalhou na Engevix S.A. como engenheiro assessor, coordenando estudos de aproveitamento hidrelétrico do estado do Amazonas, da Bacia do Tocantins, das hidrelétricas do grupo Eletrobras e da Light.

Sua trajetória deixou uma vasta documentação referente à sua atuação nas empresas em que atuou, colaborando com a memória técnica do setor elétrico. Todo o seu arquivo pessoal está sob a guarda da Memória da Eletricidade.

Trajetória profissional

Estagiário de Engenharia da Companhia Auxiliar de Empresas Elétricas Brasileiras - Caeeb, de 1941 a 1943.

Engenheiro assistente desenvolvendo diversos estudos de inventário, projetos de usinas hidrelétricas, permanecendo no cargo de 1944 a 1952.

Gerente e engenheiro responsável da empresa M.R. Soares Filho, de 1952 a 1957.

Engenheiro chefe da produção gerente da Fábrica de Caldeiraria da Sanson Vasconcellos Comércio e Indústria de Ferro S.A. - Sanvas,em 1957 , permanecendo na empresa por três anos.

Engenheiro chefe do Departamento de Engenharia Mecânica da Caeeb, no ano de 1961.

Engenheiro sênior do Grupo Caeeb - Meco, no ano de 1969.

Engenheiro chefe responsável da Poletti S.A., de 1964 a 1966.

Coordenador das Usinas Hidrelétricas do Departamento de Geração na Centrais Elétricas Brasileiras S.A. - Eletrobras.

Engenheiro assessor na Engevix S.A. no ano de 1978.

Formação Acadêmica
Engenheiro civil e engenheiro eletricista pela Escola Nacional de Engenharia do Rio de Janeiro, da Universidade do Brasil, no ano de 1943
Local de nascimento
Rio de Janeiro