20/03/2014

Uso do Facebook para exposição de acervos

1   0

Recife, vista aérea (sem data).
Retirada da página Recife de Antigamente, de Wilton Carvalho.

O advento das redes sociais, sua liberdade de interação com todos os públicos e capacidade de disseminação de conhecimento, abriu espaço para a exposição de conteúdos diversos, sem custos e com grande praticidade tanto administrativa quanto de acesso, gerando assim, verdadeiros acervos on-line. Foi daí que surgiram iniciativas, individuais e coletivas, de criar páginas no Facebook compartilhando fotos e recordações que contam um pouco da história de Pernambuco, à semelhança do que já acontece com outras cidades do Brasil, como o Rio de Janeiro.

Com o objetivo de preservar e compartilhar a memória coletiva, Marcelo Queiroga, de 25 anos, criou a página Pernambuco Arcaico, em outubro de 2012, que hoje conta com mais de 21 mil seguidores. A página é alimentada com conteúdo de acervos públicos, como o da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) e dos próprios seguidores.  Segundo Marcelo, as pessoas participam bastante, pedindo e enviando fotos de suas cidades; e solicitando pesquisas sobre uma determinada comunidade. A demanda cresceu tanto que, há três meses, ele conta com a ajuda de dois voluntários: a auxiliar administrativa Ana Carolina, e Antônio Oliveira, que trabalha numa biblioteca comunitária do Recife.

Já Wilton Carvalho, de 41 anos, viu na rede social uma oportunidade de compartilhar o trabalho que começou muitos anos antes. Na década de 1980, mudou-se do Ceará para o Recife e imediatamente se encantou pelo local. Na época, ainda adolescente, começou a colecionar fotos e histórias da cidade. Hoje, seu acervo pessoal possui mais 2500 fotos, sendo 5% delas de Olinda e Jaboatão, e todas as outras de, é claro, sua amada Recife.

Em 2012, Wilton teve a ideia de criar a página Recife de Antigamente e compartilhar esse material que ficou guardado por mais de quinze anos. Com mais de 22 mil curtidas, ele conta que mais que um espaço para divulgar as fotos, a página é uma ferramenta que une as pessoas que compartilham esse amor pela cidade, gerando novos projetos, como o do grupo de cerca de 60 pessoas que se reúne mensalmente organizando palestras, passeios e rodas de diálogos.

As páginas GuarAntiga e Rio de Antigamente, vem com a mesma proposta, trazendo lindas fotos que remontam os séculos passados e expõe um pouco da história do Rio de Janeiro.






Membros Instituidores e Mantenedores:

ABCE CEMIG LIGHT ITAIPU BINACIONAL ELETROBRAS

Esta página está homologada para ser utilizada no navegador (browser) Mozila Firefox.
Caso você não o tenha instalado em sua máquina, utilize o link abaixo para baixá-lo.

Firefox