Políticas de governo e empresas públicas (1948-1963)

1958

Vista da Usina Hidrelétrica Itapecuruzinho, no rio Itapecuruzinho, município de Carolina (MA). S/d. Acervo Cemar

Criada pela Lei Estadual nº 1.609, de 14 de maio, a Centrais Elétricas do Maranhão S.A. (Cemar) incorporou a empresa Serviços de Água, Esgoto, Luz, Tração e Prensa de Algodão (SAELTPA) e, em 1973, os bens da Companhia de Eletrificação do Nordeste (Cerne) no Maranhão. Em 1984, passou chamar-se Companhia Energética do Maranhão (Cemar). Em 2000, foi adquirida pela empresa norte-americana Pennsylvania Power and Light Company (PPL), que desistiu do negócio dois anos depois. O controle acionário da Cemar foi transferido à SVM Participações e Empreendimentos Ltda em 2004 e para a Equatorial Energia em 2006.

Interior da casa de força da Usina Hidrelétrica Itapecuruzinho, no rio Itapecuruzinho, município de Carolina (MA). S/d. Acervo Cemar




Criação da Companhia Sul Sergipana de Eletricidade (Sulgipe), sucessora da concessão, bens e instalações de energia elétrica da Companhia Industrial de Estância S.A. A nova empresa assumiu o controle da Usina Hidrelétrica Santa Cruz, localizada no rio Piauí, município de Estância, em funcionamento desde 1926, e dos serviços de distribuição em Estância e outros municípios do estado de Sergipe. Posteriormente, estendeu sua rede de distribuição aos municípios baianos de Rio Real e Jandaíra.




Membros Instituidores e Mantenedores:

ABCE CEMIG LIGHT ITAIPU BINACIONAL ELETROBRAS

Esta página está homologada para ser utilizada no navegador (browser) Mozila Firefox.
Caso você não o tenha instalado em sua máquina, utilize o link abaixo para baixá-lo.

Firefox